Exportações goianas dobram em quatro anos

Valores saltaram de US$ 7 bilhões para US$ 14 bilhões entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022. Resultado é histórico para os últimos 20 anos com saldo superavitário no acumulado de todos os anos da primeira gestão Caiado

As exportações goianas saltaram de US$ 7 bilhões para US$ 14 bilhões nos quatro anos da primeira gestão do governador Ronaldo Caiado, segundo dados do Ministério da Economia, divulgados nesta sexta-feira (06/01). Os números apresentados mostram que Goiás registrou US$ 14,619 bilhões de exportações em dezembro de 2022, enquanto que, em dezembro de 2018, as exportações goianas alcançaram US$ 7,5 bilhões.

“O resultado é fantástico e histórico. As exportações dobraram em relação a todos os governos anteriores dos últimos 20 anos. E é preciso enfatizar que tivemos uma pandemia com restrições, aeroportos fechados, feiras internacionais canceladas”, declara o titular da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Joel de Sant’Anna Braga Filho.

De acordo com Joel, várias ações do governo goiano somaram para o resultado. “Trouxemos para Goiás o Escritório Regional da Apex Brasil no Centro-Oeste; internacionalizamos o Aeroporto Santa Genoveva; conseguimos instalar um Centro de Distribuição Internacional dos Correios e ainda participamos da Feira de Sial, em Paris, a maior de alimentos e bebidas do mundo, com excelentes frutos colhidos”, comemora o secretário.

Dezembro
Enquanto as exportações alcançaram US$ 918,20 milhões em dezembro de 2022, as importações registraram US$ 424,55 milhões, saldo positivo de US$ 493 milhões. Goiás se manteve na 9° posição entre os estados brasileiros que mais exportaram, em dezembro, e no 8° lugar na ranking relativo ao acumulado do ano.

Os produtos mais exportados nos últimos dois anos foram soja in natura, bagaços e farinhas, óleo de soja; milho in natura, grãos trabalhados; grumos/sêmolas; carnes bovinas, de aves e suínas; minérios de cobres, ferroligas e ouro.

Rio Verde, Jataí, Luziânia, Barro Alto e Palmeiras de Goiás foram os municípios que mais venderam mercadorias goianas para o exterior entre janeiro e dezembro de 2022.

Já no que diz respeito aos países importadores, China, Irã, Indonésia, Índia, Japão, Tailândia, Estados Unidos, Coreia do Sul, Espanha, Holanda e Itália foram os principais países que compraram produtos goianos.

Fotos: Rodrigo Cabral

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviços – Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.